javascript é mais poderoso do que você imagina! você “realmente” sabia?

a primeira vez que escrevi uma linha em javascript foi entre 1998 e 1999 (isso mesmo..sou velho… :) ) posso te garantir que a vida não era fácil naquela época. muitos desenvolvedores criaram aversão a javascript. ficaram felizes quando surgiram novas soluções para a web que permitiam que desenvolvêssemos websites sem tocar em uma linha de javascript. e concordo com a declaração de que o javascript é uma das linguagens mais “mal-entendidas”, eu diria sub-estimadas.

o cenário mudou nos últimos anos. “web 2.0″, site interativos, ajax e outros. termos batidos que fizeram os desenvolvedores olharem novamente para o javascript. mesmo entre desenvolvedores .net, vemos o javascript ser mencionado, usado e algumas vezes defendido. mas, como acontece com vários frameworks, linguagens e ferramentas, alguns “desenvolvedores” começam a usar e defender e a dizer “é bom para caramba”, mas não conhecem a fundo o que estão usando. estão apenas seguindo a moda.

como mencionei, o javascript é uma das linguagens mais sub-estimadas. podemos fazer muito com ela. mais do que simplesmente ter controle sobre o DOM. e já que decidimos usar o javascript, seria legal conhecer todo este potencial. e não precisa estudar muito para pelo menos ter uma boa noção básica.

o que tenho visto é falarem que coffeescript é legal, “usem coffeescript”, “faço o que eu quero com coffeescript”, mas não conhece javascript. não estou falando sobre saber escrever uma função em javascript e também em coffeescript. estou falando sobre saber o que é uma função. sobre saber qual a diferença entre  “3″ + 4 + 5  e  3+ 4 + “5″.

tenho estudado bastante javascript e seus muitos frameworks nos últimos tempos. e tenho gostado do que tenho visto. tenho usado coffeescript e realmente acho que ajuda e faz diferença.  mas, preciso conhecer javascript se quero escrever uma bom código em javascript, seja usando um framework ou não.

vamos usar mais javascript, coffeescript, node.js e qualquer outro .js. mas vamos conhecer bem o que estamos usando…para escrever um bom código em c# ou em javascript.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website